fbpx

Irene Salgueiro

Irene Salgueiro

Irene Salgueiro nasceu, como muitos da sua geração na região de Barcelos, numa família de ceramistas. A avó fazia louça regional, e com ela Irene brincava entre o barro e ajudava-a a moldar “pitinhos” para o seu pombal. Desde os seis anos, sonhava tornar-se numa artesã a sério, para poder dar largas à sua imaginação.

Durante a juventude continuou em contacto com o barro – os seus pais eram proprietários de uma fábrica de cerâmica - e é aos 15 anos que se envolve mais a sério no seu manuseio. No entanto, é apenas depois de casada com António Salgueiro, com quem abriu também uma empresa que trabalha o barro, que o sonho se tornou realidade.

No Natal de 2010, a Junta da sua freguesia organizou um concurso para artesãos do qual Irene saiu vencedora, dando finalmente o pontapé de saída para conquistar um lugar entre o já prestigiado figurado de Barcelos. Foi assim que conseguiu por ao trabalho o “bichinho” que a acompanhava desde moça, criando peças coloridas, de temática tradicional mas com traços modernos e um estilo patusco. Para além de santos, ceias, presépios ou minhotas e minhotos, esta artesã faz máscaras de gigantones, galos e também diabos.

Ninho andorinhas

32,00 

reis magos
Reis Magos

18,00 

Minhota com lenha
Minhota com lenha à cabeça

85,00 

Luís de Camões
Luís de Camões

69,00 

galo psicadélico
Galo Psicadélico

94,00 

anjo
Anjo

18,00 

Deus e os apóstolos
Deus com todos

380,00 

galo eriçado
Galo Eriçado

94,00 

presépio
Presépio ao luar a amamentar

129,00 

presépio
Presépio ao luar

390,00 

presépio
Presépio com arco

359,00 

presépio
Presépio com o Galo

380,00